Estruturas de Armazenagem

O que são as estruturas de armazenagem?

Tão importante quanto relembrar o conceito de movimentação de materiais, é o entendimento adequado do que, de fato, é uma estrutura de armazenagem.

Em resumo, estamos tratando de estruturas básicas dentro de um setor de logística que visam otimizar espaços e organizar melhor os produtos. Em outros termos, elas são estruturas essenciais à paletização e ao uso racional do espaço.

Graças às evoluções tecnológicas, esse ponto tem evoluído bastante para acompanhar as diferentes necessidades empresariais — do comércio à indústria —, gerando economia e agilidade no processo de armazenamento.

Aspectos importantes das estruturas

As estruturas de armazenagem são, de fato, imprescindíveis para os resultados do setor. Cada tipo de material e negócio precisa encontrar a que atende melhor às suas necessidades e colabore para um ambiente interno mais eficiente e organizado.

Entenda, a seguir, alguns pontos importantes sobre o tema que merecem sua atenção:

Uso das estruturas Drive-in e Drive-thru

Nos sistemas Drive-in e Drive-thru há a eliminação de corredores e grande aproveitamento do espaço no armazém. São estruturas ideais para o armazenamento de produtos com possuem baixa rotatividade e grande volume de estoque.

Uso da estrutura Cantilever

Esse sistema é muito indicado para a armazenagem de peças de grande comprimento, como madeiras, barras e tubos de PVC. Nesse caso, o armazenamento é feito pela lateral, com o auxílio de empilhadeiras.

Uso da estrutura Dinâmica

Na estrutura dinâmica, como o nome sugere, temos uma rotação automática do estoque. O palete é acondicionado em uma das extremidades do túnel e, por meio de uma esteira de roletes com redutores de velocidade, há o deslizamento até o outro lado. Isso ocorre de maneira constante e permite uma grande concentração de carga, dada a necessidade de apenas dois corredores — abastecimento e retirada do palete.

Quais os cuidados essenciais desses sistemas?

Conforme visto, estamos diante de dois sistemas essenciais para o correto funcionamento da logística. Nesse sentido, é imprescindível que o gestor consiga fazer a total integração entre suas estruturas de armazenagem e a movimentação de materiais.

Para que haja um equilíbrio no fluxo de materiais, é necessário conhecer a demanda, a sazonalidade e, claro, a necessidade (ou não) de um estoque maior. Naturalmente, isso exige um certo investimento em armazenagem e reforça a importância de um planejamento financeiro eficaz.

Além disso, muitos fatores devem ser considerados ao escolher suas estruturas de armazenagem, como:

área disponível;
sistema de movimentação (manual, mecânico ou automático);
tipo de carga a ser armazenada;
tipo de expedição da carga (fechada ou fracionada);
orçamento previsto;
manutenção da produtividade da empresa;
organização e controle da armazenagem;
velocidade da movimentação.

Esses são elementos essenciais ao sucesso de suas estratégias e permitem que a empresa se mantenha produtiva e eficiente, com um apoio sólido da logística.

Aliás, a logística, por ser uma área estratégica dentro da estrutura empresarial, deve atuar com base em ações que assegurem sua máxima efetividade, com o menor custo possível. Por isso, estudar, planejar e implementar um bom sistema de armazenagem é tão importante.


Voltar